Trajetória: Haruichi Furudate antes de Haikyuu!!

header2.jpgHaruichi Furudate recentemente completou um ano de sucesso na Shonen Jump com a sua série atual, Haikyuu!!. O reconhecimento de agora é apenas o passo mais recente de uma história que começou em 2008, quando o autor ganhou menção honrosa no 14º Prêmio Treasure. O trabalho que foi enviado era Kid King, uma história de anti-herói cheia de metalinguagem, cuja avaliação foi feita por Katsura Hoshino, autora de D. Gray-Man. Começava aí, a história de Furudate dentro da Shonen Jump.

Uma história de terrores

Yotsuya-sensei: O melhor de uma história de terror são os gritos do espectador

Yotsuya-sensei: O melhor de uma história de terror são os gritos do espectador

Em 2010, Furudate começou na revista Shonen Jump a sua primeira série, intitulada Kiben Gakuha, Yotsuya Senpai no Kaidan (algo como As Histórias de Terror Escolares do Veterano Sofista Yotsuya). A obra era uma versão aprimorada de um one-shot que o autor havia publicado na Shonen Jump um ano antes chamado Kiben Gakuha, Yotsuya Sensei no Kaidan (As Histórias de Terror Escolares do Professor Sofista Yotsuya). O one-shot era contado do ponto de vista de Makoto Nakashima, uma estudante do ensino fundamental amiga de seu professor Yotsuya, de quem frequentemente ouvia histórias de terror contadas com entusiasmo. O colégio onde Nakashima estudava estava bastante transtornado depois que uma estudante havia morrido de maneira estranha num acidente de trem. Na verdade, ela havia sido assassinada por um professor, que ataca Nakashima, mas esta é salva pelo professor Yotsuya, que com sua voz envolvente e arrepiante conta uma história de terror baseada na estudante morta. O assassino tem um ataque de nervos e acaba preso.

Quando a série baseada no one-shot começou, algumas mudanças significativas foram feitas no universo ficcional. Yotsuya deixou de ser professor e passou a ser um estudante misterioso que, apesar de estar matriculado na mesma turma que Nakashima, nunca aparecia na sala de aula, passando todo o horário escolar no telhado do prédio da escola. O mangá seguia uma fórmula mais ou menos fixa: Nakashima ficava sabendo de algum incidente estranho na escola, então ia até Yotsuya para relatar a ele. Yotsuya então contava uma história de terror baseada no incidente a Nakashima, que ficava encarregada de espalhar a história pela escola. Depois, Yotsuya descobria o culpado pelo incidente e ia até ele para contar a versão completa da história de terror levando em conta tudo o que havia acontecido até então. O culpado era envolvido pela história de Yotsuya e acabava confessando o seu crime e se arrependendo amargamente de tudo.

Yotsuya mostrou que o autor Haruichi Furudate não tinha medo de desafiar o convencional, fosse com uma premissa fora do comum ou um traço diferente do que se vê na Shonen Jump. Mas o mangá não andou bem das pernas. Nem a introdução de um inimigo sinistro e manipulador para Yotsuya fez a série se salvar e Yotsuya acabou com 18 capítulos compilados em três volumes. No segundo volume consta a verdadeira obra de estreia do autor, o one-shot Playground, que havia sido publicado em 2009 na edição de inverno da Akamaru Jump (atual Jump NEXT!).

Yotsuya-senpai: Histórias são verdadeiras se você acredita nelas

Yotsuya-senpai: Histórias são verdadeiras se você acredita nelas

Um salto para o sucesso

Haikyuu!!: drasticamente diferente de Yotsuya, foi um acerto de Furudate

Haikyuu!!: drasticamente diferente de Yotsuya, foi um acerto de Furudate

Na edição de inverno de 2011 da Jump NEXT! (a mesma em que foi publicado o one-shot que deu origem a Nisekoi), foi publicado um novo one-shot de Furudate, chamado Haikyuu!!. No mesmo ano, um outro one-shot de Haikyuu!! foi publicado, desta vez na própria Shonen Jump. A história era protagonizada por Shouyou Hinata, um garoto que havia acabado de entrar no colégio Karasuno e tinha ambição para ser um craque do clube de vôlei. A falta de experiência de Hinata e seu entusiasmo um pouco grande demais não demoram para irritar outro jogador do primeiro ano, Tobio Kageyama. Logo o colégio participa de uma partida amistosa e algumas circunstâncias fazem com que Hinata entre em campo. Assim que ele e Kageyama começam a trabalhar juntos, o colégio Karasuno garante a vitória da partida de virada. Hinata e Kageyama então passam a se respeitar.

A dupla Hinata e Kageyama era complementada por um elenco tradicional e até manjado, mas mesmo assim interessante, formado por um jogador briguento, um simpático e um estóico. A inovação ficava por conta do traço, que era ainda mais distinto que em Yotsuya Senpai, a ponto de ser um tanto difícil de perceber que as duas obras foram feitas pelo mesmo autor.
Haikyuu!! pegou e começou a ser publicado na Shonen Jump semanal em 2012. A série já conta com quatro volumes e mostra potencial para mais. Porque Furudate sabe a dificuldade de se conseguir uma série de sucesso e por isso mesmo vai se esforçar para não desapontar os fãs.

haikyu

Haikyu!! completa um ano de serialização na Jump. Cada vez mais um novo recorde para Furudate.

Anúncios

4 comentários em “Trajetória: Haruichi Furudate antes de Haikyuu!!

  1. Yotsuya-senpai era uma série bem legal que foi INJUSTIÇADA® por Houkenshitsu no Shinigami, que por sua vez era um lixo e só cancelou Yotsuya porque começou antes. Não sabia que Haikyuu era desse autor, vou tentar ler algum dia.

    (Só um detalhe, no trecho que fala do oneshot de Yotsuya-sensei, está escrito Yotsuya-senpai. Olha esse copy/paste preguiçoso aí, ô. :P)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s