Resenha: Bobobo-bo Bo-bobo, uma mistura de Gag com Batalhas!

Um dos mangás mais hilários, divertidos e altamente sem noção. Uma obra prima da comédia, Bobobo-bo Bo-bobo!

Capa

Capa do Volume 11

DADOS

Bobobo-bo Bo-bobo
Autor:  Sawai Yoshio
Revista: Shonen Jump
Editora: Shueisha
Data de Publicação: 2001 – 2005 (21 Volumes)
Sequências: Shinsetsu Bobobo-bo Bo-bobo

História

É o ano 300X. Tsuru Tsurulina IV conquistou
o mundo e
fundou o Maruhage Empire Bobobo1(Império Careca), daí criando os Hair Hunter: um grupo que só tem um objetivo, caçar cabelos e deixar o mundo inteiro careca! Em meio à esse caos e manipulação do império, existe um só homem que deseja lutar pelos seus ideais e proteger o cabelo de todos, e seu nome é Bobobo-bo Bo-bobo.

Ele foi criado no Hair Kingdom (Reino do Cabelo) e treinado para aprender o Fist of Nosehair (Punho do Cabelo Nasal). Bobobo-bo também possui uma habilidade única: ele é capaz de ouvir os cabelos! Ainda pequeno, os Hair Hunters atacaram o lugar onde ele morava. Seu pai, Tuyoshi (um cabelo!) resolveu salvar Bobobo-bo e mais 4 pessoas, para que no futuro eles pudessem eliminar o Maruhage Empire e libertar todos os cabelos.

Ele cresceu e virou um rebelde lutando contra as tropas de Hair Hunter e usando o estilo Hajikelist, que é um modo muito insano de lutar, levando seus adversários à loucura. Bobobo-bo chega em uma cidade que está sendo atacada por Hair Hunters, que são eliminados por ele rapidamente. Então, surge Beauty, uma garota que estava na cidade onde Bobobo-bo acabara de eliminar os inimigos. Ela é uma grande fã e escutou todas as histórias sobre, então ela pede para segui-lo na sua jornada.Bobobo3

Bobobo-bo e Beauty vão para um cidade onde se encontram vários outros Hajikelists e um deles é o famoso Don Patch, uma criatura laranja com um formato de estrela. Don Patch tenta provar que é forte e habilidoso e começa a batalhar com Bo-bobobo e o que vemos é uma das primeiras lutas insanas do mangá. Após perder, Don Patch resolve se juntar à Bobobo-bo na jornada de caçar os Hair Hunters e apartir daqui o mangá toma um rumo na história e o que vemos é muitas confusões ao decorrer dos capítulos.

Análise

Bobobo4

É difícil descrever seriamente sobre esse mangá completamente maluco. Bobobo-bo é certamente um mangá único, com seu humor sem limites e sátiras perfeitas. Ao decorrer de toda a série, você se depara com ínumeras referências à mangás classicos da Shonen Jump, como: Kinnikuman, Hokuto no Ken, Ring ni Kakero e Saint Seiya (então recomendo que já tenham lido pelo menos um pouco de cada um dos citados, para poder ter o rumo da piada). Isso  certamente é algo comum de um gag, mas o autor consegue colocar tão bem na história (mesmo que ás vezes ela não exista), que acaba trazendo muitas risadas.

Os primeiros capítulos de Bobobo-bo são bem focados na comédia e o dia-a-dia maluco dos personagens. Ao decorrer da série, a história vai se focando mais em derrotar os Hair Hunter (Caçadores de Cabelos), mas sem perder nem um pouco da comédia maluca. Depois a trama consegue se aprofundar mais, logo quando é introduzido Gunkan que é um dos 4 Reis Celestiais (grupo formado por 4 fortes Hair Hunters à comando de Tsuru Tsurulina). As batalhas começam a tomar parte dos capítulos e misturadas com altas doses de comédias, e, por mais que os vilões pareçam sérios e insanos, acabam por ser alvo das piads e maluquices de Bobobo-bo e sua turma.

Bobobo6Bobobo-bo Bo-bobo é um ótimo mangá de comédia que consegue arrancar muitas risadas em um único capítulo. Porém, ás vezes, o ritmo da comédia pode até incomodar e fazer com que alguns capítulos sejam tediosos, mas isso não é nada demais, é um pequeno e único defeito bobo do mangá.

A arte do mangá é realmente algo extraordinário. Algumas gags são desenhadas de um jeito básico e até tosco, mas Bobobo-bo possui uma arte bem “madura”. Possui bons e exagerados sombreamentos, que às vezes até dão um toque de “seriedade”. O design dos personagens também são ótimos, desde os mais básico e fofo até o mais detalhista e musculoso.

Conclusão

Bobobo-bo é O Mangá de Comédia, recomendo à leitura para quem sempre procurou uma mistória de comédia + battle shonen. É realmente uma obra-prima dos gag mangás. Se você por acaso for ler, deixo a dica para que esteja em um lugar onde ninguém possa lhe ouvir, para o caso de você começar a rir bem alto e acharem que você ficou louco (fato que presenciei).

Informações Adicionais

Volume 1 de Shinsetsu Bobobo-bo Bo-bobo

  • O anime de Bobobo-bo foi produzido pela Toei Animation e foi ao ar de 2003 à 2005, totalizando76 episódios.
  • O mangá ganhou uma sequência em 2006 na mesma revista, Shonen Jump. O mangá tinha o nome de Shinsetsu Bobobo-bo Bo-bobo e era um pouco diferente do seu predecessor, onde a gag era pouco presente do que antes, mas mesmo assim continuava forte.
  • O anime possuia uma forte censura que chegou até a cortar alguns episódios. No Japão, o anime era bem popular, mas foi forçado a acabar pois havia reclamações dos pais das crianças que assistia, pois continha muita violência.

Fonte das imagens: Quadradim Scans e Bobobo Wikia

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Bobobo-bo Bo-bobo, uma mistura de Gag com Batalhas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s